quarta-feira, julho 23, 2014

O melhor pai do mundo


O filme O melhor pai do mundo, com o admirável Robin Williams, nos faz refletir sobre como nos colocamos diante das pessoas e desses seres que são tão queridos para nós, que são os nossos filhos.
A história conta o relacionamento de pai e filho, inserida numa comunidade escolar, onde o pai é professor de poesia e sua aula, a menos procurada, o que faz dele um derrotado em tudo, na vida familiar e profissional.O filho, um babaca. Mau filho, mau aluno, mau amigo. Aliás, ele só tem um amigo, a quem usa como capacho. É o estereótipo do adolescente complicado em uma família desestruturada. Isso pode ser premissa para um relacionamento frágil e difícil, mas não é regra. Já vi casos de órfãos que comeram o pão que o diabo amassou e são ótimas pessoas. Também já vi casos de filhos de famílias "normais" que são problemáticos. A verdade é que o ser humano é uma incógnita.
Voltando ao filme, o menino, só pensa em sexo e em técnicas diferentes de masturbação. E uma dessas técnicas é que irá matá-lo, para desespero do pai que, ao ver-se diante da morte trágica do filho escreve uma carta de despedida no lugar dele e refaz a cena da morte para transformar o olhar das pessoas sobre esse filho, tão desprezado.
Em uma das cenas mais fortes o amigo diz que gostava do guri que morreu. O pai diz que ele não gostava, ele amava. O amor incondicional do pai poderia dar conta de recuperar o relacionamento pai e filho? Sim, ou não. Pai e mãe não são super herois que dão conta de tudo, que salvam os filhos, e tudo fica bem ao final. Amor de pai e mãe pode ser incondicional, mesmo quando não são tão correspondidos no seu amor,não são respeitados, são maltratados ou ignorados, o que também é uma forma de agressão. Amar os filhos é bom, mas recuperar o amor próprio também é necessário. 
O filme fala da solidão, do que é realmente importante, da hipocrisia social, do amor e da perda. Ao final, ao escolher assistir filmes com uma vizinha reclusa e o amigo do filho, ele diz uma frase que sintetiza o que é o relacionamento humano na maioria das vezes: 
"Não precisamos estar com pessoas que nos fazem sentir sozinhos. Nesse caso é melhor mesmo ficar sozinho"

2 comentários:

Clau disse...

O filme está no cinema ou já chegou à TV fechada?
Sabe quem é o diretor?

Lyli disse...

Título no Brasil O Melhor Pai do Mundo
Título Original World's Greatest Dad
Ano de Lançamento 2009
Gênero Comédia
País de Origem EUA
Duração 99 minutos
Direção Bobcat Goldthwait
Estúdio/Distrib. Flashstar
Idade Indicativa 16 anos


Eu assisti no Netflix....se tu não conheces, vale a pena..principalmente para quem gosta de cinema.o filme está classificado como comédia, mas eu diria que é uma tragicomédia.

  • A Igualdade é Branca
  • A Fraternidade é Vermelha
  • A Liberdade é Azul
  • Blade Runner